7 fatos sobre tireoide

Localizada na parte da frente do pescoço, logo abaixo do pomo de Adão está a glândula tireoide, responsável pela produção dos hormônios T3 (triiodotironina) e o T4 (tiroxina) e pela regulação funcional de importantes órgãos como o coração, o cérebro, o fígado e os rins. Com formato parecido ao de uma borboleta, ela também lembra um escudo, por isso seu nome é uma aglutinação dos termos thyreós (escudo) e oidés (forma de).

Quando seu funcionamento está incorreto, pode liberar hormônios em quantidade insuficiente (hipotireoidismo) ou em excesso (hipertireoidismo). Em ambas a situações, o volume da glândula pode aumentar, causando o que chamamos de bócio (popularmente chamado de papo). Abaixo, listo 7 fatos sobre tireoide:

1 – A tireoide atua no crescimento e desenvolvimento de crianças e adolescentes, no peso, na memória, na regulação dos ciclos menstruais, na fertilidade, na concentração, no humor e no controle emocional. Em um adulto, seu peso pode chegar até 25g.

2 – O hipotireoidismo diminui o ritmo de batimentos do coração, altera o funcionamento do intestino e compromete o crescimento. Diminuição da memória, cansaço excessivo, dores musculares e articulares, sonolência, aumento dos níveis de colesterol no sangue e depressão também são alguns sintomas.

3 – Já o hipertireoidismo acelera os batimentos cardíacos, solta o intestino, causa agitação e perda de peso, diminui o sono e gera uma sensação de energia acumulada, mesmo quando o paciente está cansado.

4 – Disfunções na tireoide podem surgir mesmo sem o bócio visível e podem acontecer em qualquer etapa da vida e são de simples de se diagnosticar quando consultado um médico endocrinologista.


5 – A palpação da glândula na consulta médica pode salvar vidas. Quando identificado algum nódulo, o endocrinologista vai solicitar exames complementares para confirmar ou descartar a presença de câncer.

6 – Estima-se que 60% da população brasileira tenha nódulos na tireoide em algum momento da vida. Mas isso não significa que sejam malignos. Apenas 5% são cancerosos.


7 – O Teste do Pezinho, que deve ser feito, preferencialmente, entre o terceiro e quinto dia de vida do bebê, serve para identificar o hipotireoidismo nas crianças.

8 visualizações

Siga nas redes sociais :

  • Instagram Dra Fernanda Braga

© 2018 Drª Fernanda Braga. Criado por Plena Estratégias Criativas